um pouco mais sobre mim...

Minha foto
Casada, escritora, com a alma rodeada de perguntas... Amo meu marido, minha família e meus animais de estimação. Sou um pouco ansiosa, gosto de tudo o que faz bem. Amo escrever... Isso faz de mim elo com os sentimentos que me consomem e que vagam por entre as pessoas. Sou uma pessoa extremamente intuitiva, que adora ouvir música (extremamente seletiva quanto a isso), que ama escrever, que faz do amor sua fonte de energia vital... Sempre!

domingo, 5 de maio de 2013

Espoletice




Já pensei em inúmeras palavras
Que pudessem descrevê-la
Com tamanha exatidão.
Pensei. Pensei.
E a comparação mais próxima
É espoletice.
Um ser cheio de luz.
Com sua sapequice infantil,
Mesmo quase sexagenária.
Uma alegria na alma.
Um orgulho em forma de gente.
Descrever sua beleza
É algo que sem dúvida me mareja os olhos.
Só de pensar nos “padedês”
E nas “mortes do cisne”
Ensaiados sem o menor rubor na face
Não há como não agradecer a Deus.
Um eterno agradecer por Ele ter-lhe
Permitido retornar ao plano físico
Como a pessoa mais sapeca e cheia de vida.
E o melhor...
Como a pessoa que chamo de mãe.
Descrevê-la vai além de enumerar suas qualidades.
É deixar claro ao mundo
O quanto sua luz
Penetra e contagia todos ao seu redor.
É poder olhar para quem quer que a conheça
E enxergar o quanto é bem quista.
Sua energia do bem
Faz com que todos vibrem,
Mesmo quando não há motivos para vibração.
Sua pequenina estatura torna supérflua
Quando abre seu sorriso doce.
A todos contagia.
De todos carrega um pouquinho de vida.
E assim não envelhece por dentro,
Mantendo-se aquela menina sapeca
Dos tempos da juventude humilde.
As rugas na face
Nada mais são do que pontos de sabedoria.
Sabe ser teimosa e ganhar o que quer.
Aprendeu isso com os tombos.
Sabe ser maior,
Mesmo com chinelo de dedo enfiado nos pés.
Sabe a que veio,
E não tem medo dos desafios.
Orgulho para quem vê.
Amor absoluto para quem convive.
Delicadeza para quem ama.
Força para quem necessita.
O esteio mais que alicerçal
Para a prole toda.
E quando dita toda,
É toda mesmo!
Sem exceção.
O que mais a dizer?
Ah! Somente o meu “muito obrigada!”.
Por existir.
E por espalhar sua doçura
Por onde quer que passe.
Amo você, mãe!


5 comentários:

  1. Sorri..chorei tão bom ter mamãe seu texto mexeu muito comigo...palavras não terminam quando é para se descrever uma mãe...estou emocionada linda homenagem a sua maezinha.Parabéns anjinha te amo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Anjo! Falar da mamis é algo muito fácil, porque ela é isso tudo e mais um pouco... Que bom que gostou!!! Te amo!

      Excluir
  2. Lindo demais, nosso tesouro em forma de mãe!
    Amo você e a mamis! Minhas princesas.

    ResponderExcluir