um pouco mais sobre mim...

Minha foto
Casada, escritora, com a alma rodeada de perguntas... Amo meu marido, minha família e meus animais de estimação. Sou um pouco ansiosa, gosto de tudo o que faz bem. Amo escrever... Isso faz de mim elo com os sentimentos que me consomem e que vagam por entre as pessoas. Sou uma pessoa extremamente intuitiva, que adora ouvir música (extremamente seletiva quanto a isso), que ama escrever, que faz do amor sua fonte de energia vital... Sempre!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Um amor...




Escolhi viver nas nuvens
Por acreditar cegamente no amor.
Num amor de energias,
De almas que se buscam
Incessantemente, dia após dia.
Um amor que recarrega baterias,
Mesmo depois de um dia exaustivo e cheio de problemas.
Um amor recheado de carinhos e mimos.
Um amor que tira o fôlego.
Que faz fugir as palavras.
Que tira a conexão mental.


Um amor bonito, suave
Mas, ao mesmo tempo,
Carregado de desejo carnal.


Um amor de almas.
Um quê de corpos que se unem
Debaixo da chuva, ou do chuveiro.
Que tira o sono.
Que procura o êxtase
Às escondidas, debaixo do cobertor.


Um amor que faz suspirar,
Esperar na esquina,
Correr ao encontro.


Um amor que energiza.
Que faz valer abrir os olhos.
Que inunda os poros
Com o mais sublime dos sentimentos.


Um amor que há muito não se vê.
Um amor antigo, antiquado, careta.


Um amor de beijos e abraços,
De carinhos e suavidades,
Onde as explosões ficavam
Única e exclusivamente às escondidas, aos dois...


Um amor sem tamanho.
Sem medida.
E sem sentido.
Pois amar em si é ilógico.
É sensação, emoção e perda de razão.
Mesmo que a razão ainda esteja aí,
Dentro da cabeça,
Escondida, querendo gritar:
“Sou em quem dita as regras!”


Um amor assim, inocente.
Um amor belo e saudável,
De se causar aquela inveja boa...


Um amor assim...
Como o que carrego no peito
E que entrego a ti
Todas as noites,
Quando abres a porta
E diz que fui o motivo
Para o seu dia ser feliz!
Um amor, simples assim...