um pouco mais sobre mim...

Minha foto
Casada, escritora, com a alma rodeada de perguntas... Amo meu marido, minha família e meus animais de estimação. Sou um pouco ansiosa, gosto de tudo o que faz bem. Amo escrever... Isso faz de mim elo com os sentimentos que me consomem e que vagam por entre as pessoas. Sou uma pessoa extremamente intuitiva, que adora ouvir música (extremamente seletiva quanto a isso), que ama escrever, que faz do amor sua fonte de energia vital... Sempre!

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Todo Poder



Sou poderosa!
Com salto alto agulha
E solado avermelhado.
Com olhos marcados, marcantes,
Cheios de rímel, curvex
E delineador líquido.
Na boca, o tom pastel prevalece.
Mas só para contrastar
Com a sustância de meu colo volumoso...
Entreaberto na camisa de seda branca.
Gosto da boca marcada, também.
Tão vermelha quanto maçã do amor.
Tão convidativa,
À medida que a língua umidifica os lábios.
Gosto de provocar com ar de moleca.
Sou da molecagem bem pensada.
Milimetricamente confabulada.
Sou dos shortinhos bem curtinhos.
Dos pijamas quase transparentes.
Das estripulias ao melhor estilo mineiro,
Mesmo sendo eu paulista,
Com sotaque de encantar.
Encanto com os olhos verdes.
Mato novo, à espreita...
À espera da chuva boa!
Puxados, pequenos.
Tal qual a dona.
Cabelos esvoaçantes e longos,
Tão negros quantos meus pensamentos atuais.
Sou linda!
E o sorvete docinho
Que infelizmente sua boca
Não mais sorverá.
Fique com seus problemas.
Suas faltas de encantamento.
Vou desfilar minha beleza à sua porta.
Vou esguiar-me no salto alto
E no cabelo longo.
Vou mostrar que posso
E que quero o que quiser querer!
Que uso e abuso
O quanto meu desejo permitir.
Assim... Sem explicações.
Vou torturar seu remorso
Por ver-me linda e perfumada
Passando ao seu lado
E já não mais pôr suas mãos medrosas em mim.
Sou minha!
Com código de barras exclusivo,
Para pouquíssimas compras.
Não me vendo, não me empresto.
Doo-me a quem me interessar.
E tão somente quando desejar.
E sinto lhe informar
Mas sua senha expirou.
Se quiser sua vaga, talvez...
Volte ao final da fila
E adquira um novo canhoto.
Talvez eu lhe passe na frente,
Caso sinta valer a pena.
Ou então traga um agasalho,
Para não se resfriar
Nas noites de espera.
Vou me mostrar poderosa,
Encantadoramente feiticeira!
E meus pós mágicos
Já não levam mais seu nome,
Nem seu olhar melancólico.
Seguem outras receitas mágicas, outras poções...
À espera do príncipe real,
Porque transformar sapo em príncipe
Garanto-lhe, não é meu forte...
Não, mesmo!


6 comentários:

  1. tão "EU" nossa adorei!

    Vou torturar seu remorso
    Por ver-me linda e perfumada
    Passando ao seu lado
    E já não mais pôr suas mãos medrosas em mim.
    Sou minha!
    Heloisa Armanni

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, né??? Também gostei... Ando acertando a mão... KKKK

      Excluir
  2. vc incrivel te amooo visite meu Blog novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu? Incrível? Obrigada pelo elogio... Vindo de você, fico muito feliz!!! Mas, você é suspeita... Você me ama!!! KKKK
      Mande-me o link, ou siga-me... que eu passo sim... S2!!!

      Excluir
  3. Engraçado que eu ando torturando e sendo torturada, você nunca erra, como sua amiga disse, você é incrível!! Tee amo!
    Stefanie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ando acertando... Só isso... Nada de incrível. Só uma pessoa com olhos meio abertos e cabeça flutuante... !!!

      Excluir