um pouco mais sobre mim...

Minha foto
Casada, escritora, com a alma rodeada de perguntas... Amo meu marido, minha família e meus animais de estimação. Sou um pouco ansiosa, gosto de tudo o que faz bem. Amo escrever... Isso faz de mim elo com os sentimentos que me consomem e que vagam por entre as pessoas. Sou uma pessoa extremamente intuitiva, que adora ouvir música (extremamente seletiva quanto a isso), que ama escrever, que faz do amor sua fonte de energia vital... Sempre!

sábado, 1 de junho de 2013

Cheiro de Carinho



Há pessoas que nos cheira a alma...
Igual cachorro.
Sabem cada febre interna nossa.
Cada tristeza, cada sentimento mal resolvido.
E fazem isso por simplesmente nos amar.
Assim, incondicionalmente.
Sem vergonha de correr para o abraço.
De demonstrar no meio do mundo todo
O quanto somos especiais, naquele momento.
Há pessoas que têm cheiro doce.
Que fica na roupa, o dia todo o perfume,
Depois do abraço apertado.
E a gente fica inalando o resquício de perfume impregnado,
Só para sentir a sensação boa, várias vezes.
Há também aquelas que de tão doces
Acabam se fazendo ácidas.
Dessas, fugimos a passos voadores.
Não nos acrescenta só nos mina as forças.
Mas, o cheiro principal das narinas...
A se olfatar com vontade, sugando todo o ar próximo
É o cheiro do carinho.
Cheiro bom, delicioso de ser olfatado, a hora que for.
Cheiro de bolo de fubá da vovó...
De café coado na hora...
De fruta pega no pé.
De carta guardada por anos, cheia de doçura.
E relida ao pé da cama, com os pés para cima.
Numa noite de insônia ou mesmo turbilhão de sentimentos.
Cheiro de cafuné nos cabelos, depois de um dia exaustivo.
De se sentir importante.
Nem que seja para o cachorro que, por horas, nos aguarda na porta.
Cheiro de bala de eucalipto
Sorvida, derretida no canto da língua,
Depois do beijo apaixonado.
Cheiro de sorriso aberto, assim, do nada.
De olhar no espelho e ver que, apesar das rugas,
Ele continua lá no meio do rosto.
Enfeitando um pouco a alma.
Traduzindo um pouco a gente.
Em pedaços, em dentes...
Cheiro de colo de mãe, depois de ralar o joelho, na infância.
Ou de levar aquele fora do amado da adolescência.
Cheiro de confidenciar à irmã
Que a vida é para ser sentida dentro d’alma.
E que nunca é tarde para ser feliz nessa vida.
Cheiro de prosa com a amiga, confidente.
Cheiro de luz adentrando pela fresta da janela.
Iluminando a alma, deixando leve.
Cheiro de paz no coração.
De amor dentro do peito.
Em cada veia.
Em cada pequenino pedaço que exista.
Cheiro de carinho.
Seja ele o carinho que for.
Como for.
De quem vier.
O doce perfumar da vida
Para que ela não feda.
Quando passarmos por aí...
Quando ousarmos por a cara para fora da janela
Em dias ou noites de frio intenso...
Cheiro de carinho demorado, bem dado, sem esperar nada em troca.
Bem por aí...

3 comentários:

  1. pensou em tudo...em uma vida toda detalhes...está cheia de paz é o que transparece tão mimada por todos e tão carente,carinhosa solitária amei muito lindo!te amo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim!!! Sempre amei um carinho... A vida tem que ter cheiro de carinho, senão não vale a pena... Obrigada pelo seu carinho, minha linda amiga!!! TE AMO!!!

      Excluir
  2. Vc e uma das pessoas que cheira carinho de longe...como sou feliz por ter te encontrado em minha vida...Uma amiga linda.que admiro muito...e que agradeco a Deus por ter me dado de presente!!!
    Meire Morales

    ResponderExcluir