um pouco mais sobre mim...

Minha foto
Casada, escritora, com a alma rodeada de perguntas... Amo meu marido, minha família e meus animais de estimação. Sou um pouco ansiosa, gosto de tudo o que faz bem. Amo escrever... Isso faz de mim elo com os sentimentos que me consomem e que vagam por entre as pessoas. Sou uma pessoa extremamente intuitiva, que adora ouvir música (extremamente seletiva quanto a isso), que ama escrever, que faz do amor sua fonte de energia vital... Sempre!

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Perigo



O perigo me encanta.
Faz de mim ser soberano.
Uma soberania absoluta,
Sem necessidade de castelos ou coroas.
Faz de mim audaciosa
Como talvez nunca houvesse sido!
Ouso com os olhares,
E nada mais.
Não há necessidade de adjuntos.
O sujeito e o predicado se completam
E sabem conjugar os verbos mais pecaminosos.
Peco sem pudor.
Sem confessionários a visitar.
Não gosto deles.
Nunca gostei.
Peco de camisa branca
Em algodão puro
E calcinha avermelhada.
Ou rosa, caso goste.
Essa sensação de perigo
Envolve-me com tamanha grandeza,
Que não há como não sentir
Aquele frio na espinha.
Sou das sensações.
E ponto final.
Jamais das explanações monótonas e exaustivas.
E muito menos dos porquês seguintes.
Sou do momento...
E que seja ele o melhor!

2 comentários:

  1. Uuiiiiii.. adoreeeiiii, os olhares são suficientes.. pra bom entendedor apenas um olhar é o bastante. ;)
    Adóóóóóógo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim!!! Os olhos são o espelho da alma... E quando são profundos, então... Perturbam toda e qualquer calmaria... Muito bom, né???

      Excluir