um pouco mais sobre mim...

Minha foto
Casada, escritora, com a alma rodeada de perguntas... Amo meu marido, minha família e meus animais de estimação. Sou um pouco ansiosa, gosto de tudo o que faz bem. Amo escrever... Isso faz de mim elo com os sentimentos que me consomem e que vagam por entre as pessoas. Sou uma pessoa extremamente intuitiva, que adora ouvir música (extremamente seletiva quanto a isso), que ama escrever, que faz do amor sua fonte de energia vital... Sempre!

sábado, 8 de junho de 2013

Incontáveis Horas



As horas teimam em não passar.
A ansiedade também.
O desejo do seu telefonema, da sua voz
Tornam-se cada vez mais perturbadores.
Não deveriam, mas perturbam.
Perturbam, confundem.
Fazem com que eu me pergunte inúmeras coisas.
Seremos reais um para o outro?
Seremos especiais, também?
Ou somente sopro de vento?
Posso enlouquecer, desse jeito.
Tentando decifrar esse meu pensar
Incontáveis vezes.
Posso, seriamente.
Você me roubou o juízo,
E depois fico eu
Com essa cara de bolacha Trakinas
Não me reconhecendo...
Não me sentindo toda minha,
Como sempre foi!
Você perturba meu cérebro,
E depois a ansiedade me consome.
As horas, intermináveis,
Parecem companheiras da ansiedade.
Companheiras inseparáveis.
Ah! Como pode isso?
Como pode ser assim?
Sem juízo!
E sem paciência!
Mas você não dá sinal de vida...
Não me diz se também fica assim, pensativo.
Como faço para ser mais paciente?
Talvez se você vier aqui,
Com seu jeitinho de encantar,
Eu me acalme...
E lhe faça a pessoa mais sorridente do mundo...
O que acha?

2 comentários:

  1. Eu acho que essas incontáveis horas vão me enlouquecer, só acho - Stefanie.

    ResponderExcluir
  2. Um pouco... Tenha paciência... Beijinhos!

    ResponderExcluir