um pouco mais sobre mim...

Minha foto
Casada, escritora, com a alma rodeada de perguntas... Amo meu marido, minha família e meus animais de estimação. Sou um pouco ansiosa, gosto de tudo o que faz bem. Amo escrever... Isso faz de mim elo com os sentimentos que me consomem e que vagam por entre as pessoas. Sou uma pessoa extremamente intuitiva, que adora ouvir música (extremamente seletiva quanto a isso), que ama escrever, que faz do amor sua fonte de energia vital... Sempre!

domingo, 13 de abril de 2014

Boneca de Porcelana



Com pele branquinha, porém enrugada levemente,
Os anos quase não lhe passaram.
Aprendeu a driblá-los com maestria.
Sutilmente.
Com aquele sorriso no rosto.
Com aquele calor no coração.
Fez de seu viver doce deslizar dos anos.
Com direito a bailar sob a tristeza.
D’uma fé inabalável.
D’uma alegria cativa.
Fez sempre questão de estar ali, para quem precisasse.
Não hesitou nenhuma ajuda.
E doou pequeninos torrões de seu coração.
A fim de adocicar os seus.
Foi grande mulher, grande mãe e exemplo aos descendentes.
Delicada menina de cabelos brancos e olhos acastanhados.
Pele de pêssego sem qualquer creme a modificar.
Carregada de amor pela vida toda.
E com pequeninos segredos guardados pela vida.
Dona de uma paz de espírito sem tamanho.
E de um aconchego todo disputado.
Seu nome?
São tantos a lhe chamar, que já se esqueceu do de batismo.
Gosta mesmo de ser chamada por boneca.
E é como se sente.
Uma boneca de porcelana toda trabalhada na delicadeza d’alma.
Uma criatura cheia de luminosidade.
Que, ao invés de ofuscar, abraça e envolve que lhe “achegar”...
Menina com idade já lá na frente.
Com missão de vida cumprida.
E aguardando o grande amor de vidas vir buscá-la.
“Já, já ele chega!” – diz ela.
Vem com roupinha branca, feita de nuvem.
Para que continuemos nosso amor...
Doce princesa com sorriso tímido,
A boneca de porcelana é toda festa.
Afinal, não é todo dia em que se completa tantos anos.
Com a memória toda cheia de sonhos a enfeitar os cabelos.
Mesmo eles assim, branquinhos, feito algodão doce...


Um comentário: