um pouco mais sobre mim...

Minha foto
Casada, escritora, com a alma rodeada de perguntas... Amo meu marido, minha família e meus animais de estimação. Sou um pouco ansiosa, gosto de tudo o que faz bem. Amo escrever... Isso faz de mim elo com os sentimentos que me consomem e que vagam por entre as pessoas. Sou uma pessoa extremamente intuitiva, que adora ouvir música (extremamente seletiva quanto a isso), que ama escrever, que faz do amor sua fonte de energia vital... Sempre!

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Confissão



Venho por meio desta
Confessar a você
O quanto me perturba o juízo.
O quanto me tira o sono e do sério.
E mais, que faz isso tudo com uma naturalidade descomunal.
Parece que gosta de me perturbar os pensares!
Se gostar, o faz perfeitamente!
Sabe como me fazer ficar sem palavras, sem reação...
Então, aproveita minha falta de conexão mental
Para que eu satisfaça seus piores pecados.
Enfeitiça-me, enlaça-me...
E consegue me fazer chegar ao ponto principal de prazer em minutos.
Quando não, mais rápido do que imagino.
Venho por meio desta
Confessar a você
Que simplesmente adoro tudo isso!
É um adorar sem medidas, sem pressa.
Um adorar que me envolve no meio da madrugada, como brisa quente...
Que adentra pela janela aberta, numa noite de verão.
Pertencer a você, no momento em que eu quiser, em que você queira...
É sem palavras!
É aplauso bem dado, a um espetáculo dos deuses.
É morrer em meio ao gozo.
E depois sentir a vida de volta às veias.
É sentir o entrelaço das mãos, dos abraços
Puxando-me ao seu encontro.
E continuar pedindo que me puxe.
Que me sugue, que me use e abuse.
Um abuso perfeito, com uma pitada de falta de compostura.
Mas com o recheio de carinho e satisfação, por pertencermos um ao outro.
Na cama, no chuveiro, onde quer que a excitação peça.
E excitados, podemos explodir de sentimentos e sensações.
Porque sabemos que tudo isso nos preenche a alma,
Ao invés de esvaziar o corpo.
Venho por meio desta
Confessar a você
O quanto me adentra a alma, enquanto me procura.
E esse procurar é mágico.
Segue todo um ritual quase divino, porém abençoado.
Segue sem pressa, delicadamente.
E a delicadeza vem envolta em safadeza, em volúpia.
Uma luxúria tamanha,
Que chega a ser o maior dos pecados capitais.
Não sou anjo.
Estou longe dessa denominação.
As asas estão atrofiadas, nesse momento.
Não sou demônio, também.
Embora a delícia de sê-lo persiga minhas veias, como sangue doce.
Sou um pouco mais demoníaca do que angelical.
Adoro sê-la.
Ainda mais quando tenho que lhe confessar
O quanto meu corpo deseja o seu...
O quanto minha pele adora a sua, roçando em meio ao prazer.
E digamos que esse roçar é dos deuses!
Venho por meio desta
Confessar a você
Que estou à espera das suas estripulias...
Mas, por favor, venha logo.
Antes que eu enlouqueça...
Antes que eu me perca em meio ao meu prazer, solitariamente.
Venha já, eu peço.
Preciso do seu complemento, do seu aumento...
Para que eu não sofra de ansiedade.
Para que eu me perca em seus êxtases
Para que eu me encontre em seus braços e seu amor...
Um amor que me guia, me tortura...
Faz-me mulher, menina, quase um anjo...
Um anjo de asas furta-cor e tridente de brilhante.
Um demônio com bala de menta na boca
E sorvete de creme na ponta da colher.
Venha logo.
Prove-me de colher ou canudinho.
Mas, não demore.
Anseio por sua deliciosa maneira de dizer que me adora!
E posso confessar uma coisa?
A recíproca é verdadeira!
Muito verdadeira...
Verdadeiramente excitante!!!

4 comentários:

  1. Vc consegue explicitar cada detalhe,sensacao.de uma forma muito doce,envolvente!!!Voce e demais minha amiga!
    Meire Morales

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque amor e sexo devem caminhar de mãos dadas... Um sem o outro perde a graça, não é mesmo minha irmã de alma... Te amo!! Obrigada por estar sempre aqui... A-do-ro suas visitas!!!

      Excluir
  2. Vc tem razão,o sexo e o amor andam de mãos dadas e lendo tudo isso pude perceber o quanto isso me toca.Dimensionar o amor é facil,há varias maneiras de amar,seja de amor,de amizade,de carinho,de sentimento mas o sexo,o tesão não pode-se medir e vendo e sentindo suas palavras posso dizer que o tesão me toca,me faz viajar por lugares distantes,proibidos mas sempre sabendo que há ali um amor,seja qual tipo for,há o amor.....Obrigado por transformar meus momentos de desejo em palavras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, leitor anônimo... Mais uma vez, obrigada por expressar-se aqui em meu cantinho... O amor e o sexo devem sempre caminhar, senão de mãos dadas, ao menos pertinho um do outro. O amor é a base... O sexo, a pimenta malagueta na ponta da língua. O desejo, aquela brasa que surge, arrepiando a pele, fazendo o imaginário fluir... E como flui, não é mesmo? Faz-nos querer transpor os quereres, e posso dizer que minha especialidade em transpor os sentimentos esteja nas palavras. Acabo conseguindo atingir meus leitores, mesmo sem aquela intenção toda... Acaba saindo direito, compreende? Obrigada eu, por comentar... Seja sempre bem vindo!

      Excluir