um pouco mais sobre mim...

Minha foto
Casada, escritora, com a alma rodeada de perguntas... Amo meu marido, minha família e meus animais de estimação. Sou um pouco ansiosa, gosto de tudo o que faz bem. Amo escrever... Isso faz de mim elo com os sentimentos que me consomem e que vagam por entre as pessoas. Sou uma pessoa extremamente intuitiva, que adora ouvir música (extremamente seletiva quanto a isso), que ama escrever, que faz do amor sua fonte de energia vital... Sempre!

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Deixe-me




Deixe-me mostrar a que vim...
Deixe-me mostrar meus melhores sorrisos...
Deixe-me lavar-lhe com minhas lágrimas doces...
Deixe-me saborear seus lábios,
A hora que eu puder e quiser.
Deixe-me exalar meus mais doces perfumes,
Impregnar-me na sua camiseta...
Deixe-me exibir minh'alma
Deixe-me mostrar a doçura da dança.
Deixe-me gargalhar, conter o riso.
Deixe-me querer andar ao lado,
Deixe-me abrir os braços,
No mais gostoso e receptivo abraço!
Deixe-me bagunçar seus pensamentos.
Deixe-me atordoar seu mais íntimo querer.
Deixe-me adocicar sua vida.
Deixe-me correr em meio à chuva.
Para depois ficar toda molhada e totalmente visível aos seus olhos.
Deixe-me cair na cama, toda despida
Para fazer de meus dotes seus mais audazes desejos.
Deixe-me ser velas e flores a perfumar seu doce viver.
Deixe-me olhar em seus olhos e despir sua alma.
Deixe-me querer ficar mais um pouco.
Deixe-me querer não ir embora.
Deixe-me estar à vontade.
Buscar o imprevisto.
Deixe-me usar o batom todo vermelho,
Daqueles que só saem dos lábios
Mas não dos pensamentos.
Deixe-me sentir que me pertence
Como pertenço a você.
Deixe-me esconder meus medos, meus monstros assustadores.
Deixe-me querer estar onde estou.
Deixe-me tão feliz
Que já queira eu não deixar.
Que seja tudo isso
Que preenche a alma
Causa loucura
E espanta as tormentas
Agradando aos anjos
Torturando e atiçando demônios
E fazendo de mim pobre criatura
À mercê de seus quereres.
Deixe-me e mostrarei de que sou capaz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário