um pouco mais sobre mim...

Minha foto
Casada, escritora, com a alma rodeada de perguntas... Amo meu marido, minha família e meus animais de estimação. Sou um pouco ansiosa, gosto de tudo o que faz bem. Amo escrever... Isso faz de mim elo com os sentimentos que me consomem e que vagam por entre as pessoas. Sou uma pessoa extremamente intuitiva, que adora ouvir música (extremamente seletiva quanto a isso), que ama escrever, que faz do amor sua fonte de energia vital... Sempre!

sábado, 2 de agosto de 2014

Imperativo!



Venha ao meu encontro.
Louco, varrido.
Quero seu cupido perturbando-me!
Quero seu cheiro à flor da pele.
Sua pele à flor da minha.
Minha loucura envolta a você.
Quero seus galanteios em meus ouvidos.
Sussurros, gemidos,
E aquela pressão toda do inesperado.
Com cuidado, venha!
Talvez eu tenha me desacostumado a ter companhia.
E estranhe sua alegria toda.
Mas, venha mesmo assim.
Há em mim uma necessidade absurda em ver-lhe!
Tocar suas mãos levemente.
Como num flerte às escondidas.
Esconderei meus defeitos pela casa,
Para que os descubra aos poucos.
E loucos, tomaremos um banho,
Numa banheira gigante.
Com velas e sais,
Os quais serão adornos.
E mornos, pela quentura da água,
Deixaremos nossas chamas nos incendiarem o juízo.
Quase não possuo.
Mas, o pouco que me resta entregar-lhe-ei!
Suave, como beijo na boca.
Fatal, como sexo selvagem!
Satisfação garantida ou porta batida.
Sem ressentimentos, aumentos ou lamentações.
Os corações que se encaixem,
Ou uma festa para afogar as mágoas...
Com direito a um reencontro, talvez.
Se o desejo bater à porta,
Talvez um vinho aqueça a ansiedade.
E a vontade de ter-lhe em meus lençóis ressurja.
Simples euforia, com bala de eucalipto a adocicar.
Penetra minhas entranhas
Com ardor de uma primeira vez.
Posso gostar de novo.
Posso querer um pouco mais.
Quero seu flerte, sua indecisão.
O quão ela for viável.
O quão eu vê-la a meu bel-prazer.
Sou do prazer e da inconstância.
Ora quero, ora espero.
E hoje o querer é primeira pessoa, quase imperativo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário